As Lutas Políticas dos Movimentos Sociais

Durante a pandemia, movimentos sociais tiveram que enfrentar novos desafios para expressar suas críticas e denúncias e apresentar propostas de transformação social à sociedade e às autoridades públicas. Com as restrições à aglomeração social e a encontros face-a-face, movimentos inovaram com novas formas de protesto e manifestação online, ao mesmo tempo que continuaram a organizar atos presenciais.

Nesta página apresentamos uma seleção de exemplos de campanhas e mobilizações que se orientaram para denunciar ações governamentais frente à pandemia (ou a falta delas) e para galvanizar apoio político e social para propostas alternativas de enfrentamento à pandemia.

Protestos na era da pandemia

Em um primeiro momento, a pandemia levou à diminuição dos protestos de rua. Isso não significou, no entanto, o fim da mobilização. Outras formas de protesto emergiram ou foram intensificadas. A partir de maio, houve a retomada de protestos de rua em vários países e muitos vincularam a pandemia a questões como racismo e desigualdade.

Manifestos públicos

Em parceria com o grupo de pesquisa NEPAC (Núcleo de Pesquisa em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva), da Unicamp, foram coletados manifestos públicos escritos por distintos setores da sociedade civil no contexto da pandemia de Covid-19.

Vacinação

Desde o início da pandemia de Covid-19 já existiam debates com relação às vacinas. O início da vacinação trouxe esperança e diversas campanhas favoráveis à vacina se espalharam por todo país. Contudo, grupos contrários por diversas razões, também criaram ações. Trazemos campanhas de contra e a favor da vacinação.

Mobilização que apoiamos

EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DA VIDA

A campanha #BrasilpelaDemocracia #BrasilpelaVida reúne mais de 70 organizações entre entidades, centrais sindicais, movimentos sociais, articulações pró-democracia e organizações não-governamentais.