Aqui temos o movimento online para proteger povos indígenas do Covid, criado pelo fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. Ele que trabalhou na Amazônia na última década, junto da esposa Lélia Wanick Salgado, que projeta seus livros e exposições criaram a petição em apoio às necessidades dos povos indígenas nesse período.

Segundo o autor e a autora, os povos indígenas do Brasil sofrem há muito tempo com o desmatamento, incêndios florestais, rios envenenados e invasão de suas terras. Diante do coronavírus eles podiam correr o risco de ser dizimados pelo Covid-19, sem medidas urgentes para protegê-los, a partir do risco do coronavírus transportado por invasores de suas terras. O apelo foi dirigido aos três Poderes do Estado brasileiro. 

Com grande repercussão internacional, o abaixo assinado alcançou mais de 295 mil assinaturas, mas o PL 1142/2020 que se tornou a Lei 14021 de 2020, que previa ações específicas para povos indígenas na pandemia contou com pouco mais de 3500 assinaturas de apoio nos sites da Câmara e Senado, pouco mais de 1% do total alcançado pela petição online. A lei aprovada teve vetos do Governo Federal que dificultariam sensivelmente o alcance dela e que foram rejeitados pelo Congresso.

Apesar da legislação os resultados e a prevenção da Covid nos territórios indígenas foi considerada insuficiente e o governo brasileiro foi acusado internacionalmente de genocídio indígena na pandemia do coronavírus.

Conheça aqui a petição online de Sebastião Salgado para proteger povos indígenas da Covid-19.

Ajude a proteger os povos e indígenas da Amazônia do Covid.