Para lidar com a necessidade de atender a uma enorme população desassistida, a sociedade civil criou  várias iniciativas. Com o objetivo de dar coesão e interconexão entre elas, e sistematizar as informações, outras ações elaboraram catálogos, observatórios e mapas, que localizam e descrevem intervenções e facilitam o encaminhamento de doações e outros apoios.

Várias associações e movimentos ligadas à luta por moradia e reforma urbana lançaram um monitoramento para dar visibilidade às omissões do poder público no combate à Covid-19 nas periferias. O monitoramento é feito em todo o país, através de questionários que estão sendo aplicados em cada comunidade ou grupo específico.